Cooperative

(redirected from Cooperativa)
Also found in: Dictionary, Thesaurus, Medical, Legal, Acronyms, Encyclopedia.

Cooperative

An organization owned by its members. Examples are agriculture cooperatives that assist farmers in selling their products more efficiently and apartment buildings owned by the residents who have full control of the property.

Cooperative

Any organization owned by its members. A cooperative may be a business owned by its employees and/or customers, a residential complex owned by the people who live in it, or even a bank owned by its depositors. Certain legal requirements are incumbent upon cooperatives; for example, there is often a cap on how much of their profits may be distributed. See also: Cooperative economics.

Cooperative (co-op).

A co-op is a corporation that owns a particular residential property. The shareholders are the tenants who, instead of owning an individual unit, own shares in the corporation, which gives them the right to live in that unit.

cooperative

see WORKERS' COOPERATIVE, RETAIL COOPERATIVE.

cooperative

a form of business FIRM that is owned and run by a group of individuals for their mutual benefit. Examples of cooperatives include:
  1. worker or producer cooperatives: businesses that are owned and managed by their employees, who share in the net profit of the business.
  2. wholesale cooperatives: businesses whose membership comprises a multitude of small independent retailers. The prime objective of such a group is to use its combined BULK-BUYING power to obtain discounts and concessions from manufacturers, similar to those achieved by larger SUPERMARKET chains.
  3. retail cooperatives: businesses that are run in the interest of customers, who hold membership rights entitling them to receive an annual dividend or refund in proportion to their spending at the cooperative's shops.

See WHOLESALER, RETAILER, DISTRIBUTION CHANNEL.

References in periodicals archive ?
Por ser um estudo de caso, esta limitado exclusivamente a uma cooperativa, localizada em uma comunidade especifica, em um dado espaco de tempo: entre novembro de 2005 e maio de 2006.
Descritiva por relatar o funcionamento da COOPA-ROCA a partir do mapeamento conceitual derivado do estado da arte; metodologica e aplicada porque tanto sugestoes quanto parametros para o sistema de gestao da cooperativa foram apresentados/construidos/ implementados durante e ao fim do trabalho de pesquisa.
Dessa forma, foram entrevistadas: a coordenadora executiva, a presidente da cooperativa, a gerente de producao, a responsavel pelo controle de qualidade, a assistente administrativa e treze artesas.
Acrescenta-se ainda que, no processo de construcao da reflexao e da pesquisa--a partir do roteiro inicial--, questoes de outra natureza surgiram, obedecendo a logica interna da cooperativa e a natureza da funcao/cargo da pessoa entrevistada.
Algumas delas sao primordiais para o sistema de gestao da cooperativa.
Nessa medida, pode-se afirmar que ela--a artesa--nao tem consciencia de que, ao recusar um trabalho, pode, eventualmente, causar dano a imagem da cooperativa e, em decorrencia, ao trabalho de outras cooperadas, prejudicando, em certa medida, a formacao do capital social da Cooperativa, conforme preconizado por Coleman (1999).
A presenca dessas caracteristicas em uma cooperativa, inerentes que sao aos seus principios formadores, permitira a acumulacao de um capital que nao e de cada um, mas da coletividade.
No caso da cooperativa em analise, alem da preocupacao com a sobrevivencia financeira ha uma preocupacao comum com a integridade fisica, pois, no depoimento de uma integrante, a COOPA-ROCA encontra-se instalada no "ovo da serpente'".
Nessa medida, o espaco fisico da Cooperativa se constitui, alem de em sua propria residencia, em um local de trabalho para as artesas.
Contudo, uma vez que os indicadores de desempenho financeiro sao estrategicamente mantidos obscuros--a fim de proteger a Cooperativa e suas cooperadas de atos de agressao, roubos ou assaltos--, o sentido de propriedade patrimonial nao se encontra materializado.
A relevancia exposta no Quadro 2 sintetiza os fatores-chave tanto para a elaboracao do sistema de desempenho da cooperativa quanto para o desenvolvimento das competencias necessarias ao bom desempenho funcional e organizacional.
A partir da observacao de que ha uma lacuna no conhecimento cientifico sobre o processo de estruturacao das cooperativas populares--um tipo de arranjo de economia solidaria no Brasil--, realizou-se uma pesquisa de campo em uma cooperativa de artesas da comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro.

Full browser ?